Dia Internacional da Mulher: Histórias inspiradoras

O Dia Internacional da Mulher foi sancionado pela incessante busca das mulheres por melhores condições de vida, de trabalho e direitos sociais e políticos dentro de uma sociedade, que antigamente, era extremamente preconceituosa quanto às mulheres correrem atrás daquilo que queria.

Não é de hoje que se enfatiza a busca das mulheres por suas próprias conquistas sejam elas pessoais ou profissionais. A data não tem o objetivo de apenas comemorar o Dia da Mulher em si, mas sim de conscientizar e debater seu papel na sociedade.

Por menores que sejam suas vitórias aos olhos de quem está de fora, as mulheres são símbolo de empoderamento, capacidade, independência e autossuficiência.

Confira um pouquinho das histórias de mulheres que passaram pelo Claretiano – Rede de Educação e registraram suas trajetórias como forma de mostrar metas e objetivos alcançados com garra e dedicação.

Alvarina Aparecida da Silva Gomes

Além de ser recém-formada em Gestão Financeira pelo Claretiano – Centro Universitário em 2016, a agora profissional financeira, foi aprovada no Programa de Mestrado Profissional da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais, com o projeto “Políticas Sociais, Desenvolvimento e Cidadania”. Pelo caminho, além da família, encontrou professores que foram grandes incentivadores, sem os quais ela não teria alcançado esse sonho. Conheça mais sobre a história de Alvarina aqui!

 

Gisele Pereira Monteiro de Carvalho

Formada em Terapia Ocupacional em 2015, Gisele teve o privilégio de trabalhar durante metade de sua graduação em um consultório médico de uma endocrinologista conceituada de sua cidade. Passou por um processo seletivo da APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais depois de 2 meses de concluir o curso e se vê feliz por estar inserida no mercado de trabalho de maneira tão rápida, podendo colocar em prática os ensinamentos que teve. Conheça mais sobre a história de Gisele aqui!

 

Summaya Depizzol Jahe

Casada, mãe de três filhos, tem 38 anos e cursou Matemática no polo de Ji-Paraná, em Rondônia. Formada desde 2014, ela trabalha como docente na rede estadual de ensino em sua cidade. Os trabalhos desenvolvidos junto ao Claretiano, segundo ela, são aplicados em sala, o que a ajuda muito. Além disso, a forma didática estudada e os conceitos aprendidos proporcionam resultados maravilhosos em sua carreira. Conheça mais sobre a história de Summaya aqui!

 

Parabéns a todas as mulheres!

 

 

« Voltar ao Mais Claretiano

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Mais Claretiano

sobre o blog

Blog oficial das campanhas de graduação e pós-graduação do Claretiano contendo as melhores dicas e notícias para você se dar bem em sua trajetória profissional.

categorias

Janeiro - 2015