Dicas de economia pessoal

Não é muito fácil guardar dinheiro, principalmente quando temos aumentos constantes na maioria dos produtos e serviços que utilizamos. Mas hoje, o Mais Claretiano trouxe algumas dicas básicas de economia pessoal, para que você possa se organizar e, de pouco em pouco, fazer uma poupança para o objetivo que tiver.

Gaste menos do que você ganha
Parece uma dica boba, mas muita gente gasta mais do que ganha. Claro que, nem todas as pessoas ganham um salário suficiente para gastar com suas necessidades, mas se você consegue se manter e acaba gastando muito dinheiro em bens de consumo e serviços em excesso, é hora de repensar suas prioridades.

Controle seus gastos
Tem quem diga que é um sacrifício regrar gastos, anotar e ter planilhas, mas fazer isso nos ajuda a visualizar o quanto gastamos diariamente com pequenas coisas. Faça um teste e se regule por um mês com uma planilha simples, discriminando o que você ganha e os gastos que tem, mesmo os pequenos, e veja se realmente poderia estar economizando.

Busque promoções
Hoje em dia é tão fácil acessar sites de supermercados, restaurantes, lojas e muito mais, sem contar que existem períodos de promoção que todos já conhecem. Quando precisar comprar algo que não seja urgente, pesquise em folhetos, sites e informativos que possibilitem que você adquira produtos por menores preços.

Cozinhe mais
Se tem uma economia fácil e real é a de cozinhar em casa. Mesmo que não tenha prática ou muito gosto por cozinhar, comece do básico e verá que vale muito mais a pena fazer sua própria comida, que gastar diariamente com alimentação. Restaurantes e lanchonetes são caros e, aos poucos, acabamos gastando muito dinheiro com isso.

Evite parcelar demais
É normal vermos anúncios de produtos com parcelamentos gigantescos, e quem tem cartão de crédito sabe que é uma tentação pagar em parcelas, pois dá a impressão de que o gasto feito não foi tão grande. Porém, comprar produtos à vista possibilita descontos e não compromete seu rendimento financeiro nos próximos meses, quando se pode ter uma emergência ou função melhor para o seu dinheiro.

Trace objetivos possíveis
O pior erro ao se planejar metas é pensar em objetivos distantes da realidade, e isso vale para tudo na vida. Emagrecer 20 quilos em um mês, ganhar 1 milhão em um ano, receber um aumento sem muito esforço. Por isso, trace metas possíveis, por exemplo: se você ganha 1000,00 reais ao mês, separe 10% desse valor (100,00 reais) para a sua poupança. Se 100 for muito, guarde 50, o que estiver dentro da sua realidade.

Quando poupamos e vemos nossa conta se encher, mesmo que aos poucos, fica mais fácil de economizar, pois você vê os resultados dos pequenos sacrifícios.

Boa sorte com as finanças e lembre-se, trabalhe por amor e viva por prazer. Ter dinheiro para emergências e necessidades é importante, viver tranquilamente é necessário, mas não deixe que isso se torne sua única tarefa na vida.

 

« Voltar ao Mais Claretiano

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (1):

07/ago Joyce Santos:

Muito útil, vou seguir as orientações!!

« Voltar ao Mais Claretiano

sobre o blog

Blog oficial das campanhas de graduação e pós-graduação do Claretiano contendo as melhores dicas e notícias para você se dar bem em sua trajetória profissional.

categorias

Janeiro - 2015