Dia Nacional da Saúde e Nutrição

Hoje, 31 de março, comemoramos o Dia Nacional da Saúde e Nutrição.

A data, pertencente ao calendário do Ministério da Saúde, tem o intuito de nos fazer refletir sobre as escolhas alimentares diárias, que refletem diretamente em nossa qualidade de vida. 

Sabemos que, com o cotidiano da sociedade atual, seja nas metrópoles ou no interior, o acesso a tecnologia e o constante desenvolvimento de novos produtos, desenvolveu hábitos alimentares e de consumo que prejudicam a qualidade de vida e bem-estar da pessoa humana.

Temos acesso à centenas de informações, diariamente, e a falta de tempo nos faz dispensar serviços essenciais para que nos protejamos das práticas ruins. Testamos dietas, tecnologias e produtos, em prol da estética e beleza, esquecendo da real necessidade e valor que uma alimentação saudável e o cuidado com a saúde possuem.

A coordenadora do curso de Nutrição do Claretiano - Rede de Educação, Prof. Dra. Fabíola Rainato Gabriel de Melo, nos explicou o real significado de se alimentar corretamente. 

"Comida de verdade é a salvaguarda da vida. É livre de agrotóxicos, de transgênicos, de fertilizantes e de todos os tipos de contaminantes. Garante a soberania alimentar, a estética, saberes e sabores, sem contar a identidade e cultura de um povo. [...] é caracterizada por alimentos in natura e minimamente processados em detrimento de produtos ultraprocessados e deve atender às necessidades alimentares especiais de cada um". Também, estamos sempre expostos a tecnologias que se apresentam como eficazes, produtivas e vantajosas, como aplicativos (gratuitos ou pagos), livros, sites e blogs de aconselhamento e, nem sempre, os responsáveis por esses materiais são profissionais. Sem contar o fato de que cada pessoa apresenta particularidades, seja física, genética, emocional e até relacionada a cultura, religião ou etnia, questões que não são levadas em conta por conteúdos genéricos.

Fabíola explica que, "o papel do nutricionista é extremamente importante na vida de um ser humano e na sociedade, no sentido de educar as pessoas a assumirem hábitos alimentares baseados no bom senso e no equilíbrio nutricional. O profissional, seja de atividade física, nutricional ou médica, trabalha com a individualidade biológica, respeitando limites e, também, crenças e tabus." 

Mesmo sendo vítimas de padrões estéticos comerciais e sabendo que, muitas vezes, não serão dietas rígidas, jejuns e medidas drásticas que trarão bem-estar, precisamos refletir sobre nossas escolhas alimentares, para que a saúde seja sempre o nosso principal objetivo. Que nesse Dia Nacional da Saúde e Nutrição, tenhamos mais uma chance de repensar hábitos, propósitos e metas para sempre viver com qualidade.

Faça nosso teste sobre o papel dos alimentos em nosso dia a dia, na matéria Dia Nacional da Saúde e Nutrição: aliados ou inimigos?

 

Prof. Dra. Fabíola Rainato Gabriel de Melo

Coordenadora do Curso de Graduação em Nutrição e Pós Graduação Nutrição nas Diferentes fases Da Vida e Dietoterapia Avançada, Nutrição Estética e Esportiva, Gestão Da Qualidade e Controle Higiênico sanitário dos Alimentos.

 

« Voltar ao Mais Claretiano

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Mais Claretiano

sobre o blog

Blog oficial das campanhas de graduação e pós-graduação do Claretiano contendo as melhores dicas e notícias para você se dar bem em sua trajetória profissional.

categorias

Janeiro - 2015