Os erros mais comuns cometidos no currículo

Enviar um currículo é uma das primeiras etapas da contratação de um profissional, é onde o recrutador conhece o perfil do candidato e em qual vaga ele se encaixa dentro da empresa.

Pode parecer fácil elaborar um e na verdade é, mas alguns errinhos são muito comuns de acontecer nesse momento e acabam desclassificando quem procura por um emprego antes mesmo da entrevista.

Confira abaixo alguns desses equívocos e se atente para não cometer nenhum deles.

Excesso de informação
Algumas pessoas acabam escrevendo mais do que o necessário e esse excesso de dados faz com que seu currículo seja descartado logo de início. Não prolongue muito, seja direto quanto às informações.

Dados desnecessários
Não é preciso incluir no currículo dados pessoais como RG e CPF a não ser que a empresa peça por isso. Inserir foto também pode ser mal visto por alguns recrutadores, eles querem analisar seu conteúdo profissional, não sua aparência física.

Poluição visual
Tome cuidado com o tipo de fonte usado no currículo, as mais indicadas são Arial e Times New Roman. Pesquise na internet modelos de currículo e utilize o mais simples possível, a prioridade é o conteúdo.

Erros ortográficos
É sempre bom revisar ou pedir para que alguém leia tudo o que você escreveu antes de enviar para algum recrutador. Qualquer tipo de erro gramatical cometido pode ser crucial para seu currículo.

Mentira
Inventar qualificações ou cursos que você não fez pode pegar mal caso você seja chamado para um entrevista, pois o recrutador pode te questionar sobre isso ou querer saber mais em relação às suas habilidades.

 

« Voltar ao Mais Claretiano

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Mais Claretiano

sobre o blog

Blog oficial das campanhas de graduação e pós-graduação do Claretiano contendo as melhores dicas e notícias para você se dar bem em sua trajetória profissional.

categorias

Janeiro - 2015